Secretário de Zema defende fake News e põe dados da Covid em xeque

Hostilidade e brutalidade à parte, Bolsonaro não está sozinho nas declarações irresponsáveis, impróprias, impensadas e desprovidas de bom senso, base científica e até moral. No mesmo dia em que o presidente chamou jornalistas de “bundões” por serem jornalistas, o secretário de Saúde de Minas, Carlos Eduardo Amaral (Novo), defendeu, na segunda (25), as fake News. Segundo Amaral, apesar de alguns exageros, “as fake News fazem parte da liberdade de expressão e da democracia”.

Secretário da Saúde, Carlos Eduardo Amaral, dá coletiva, foto reprodução do vídeo

“As fake News, muitas vezes, embora algumas sejam exageradas, elas fazem parte da liberdade de expressão. Todas as pessoas devem e podem se expressar. Entendo que isso faz parte da democracia. Tenho visto que a sociedade está cada dia mais crítica, ao consumir informações, ela tem ponderado mais, avaliado mais as informações que chegam a elas. Então, de forma geral, a gente vê que, muitas vezes, existem informações que são fragmentadas, muitas vezes com conclusões precoces, conclusões inadequadas, algumas até maliciosas. Isso faz parte da democracia. Nós como gestores públicos, temos que ser referência para aquelas pessoas que querem informação de qualidade, nos seguir e saber o que é uma informação de qualidade”, pontuou o secretário na infeliz declaração.

Minas se aproxima de 5 mil mortos

A declaração dele foi dada em entrevista na qual divulgou os recentes dados da Covid-19 em Minas, que alcançaram a trágica marca de 4.805 mortes e 195.920 casos confirmados. Além da subnotificação que sempre põe em xeque, agora, as fake News reforçam a desconfiança sobre os dados oficiais divulgados sobre o avanço da doença em Minas, já que o próprio secretário as reconhece.

Feitas as ressalvas, a interiorização da doença já alcançou 97,3% dos municípios mineiros; apenas 23 cidades resistem ao vírus, entre elas São Thomé das Letras (Sul). De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde de Minas, não há nenhum caso da doença nessa mística e turística cidade.

LEIA MAIS: Bolsonaro põe o aliado Zema no ranking das 100 mil mortes por covid

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo