Lula encontra-se em Minas com o vice dos sonhos

Sabemos que a caravana do ex-presidente Lula (PT) pelo país e, agora, por Minas é uma etapa de sua pré-campanha eleitoral. O petista não pode esperar ser autorizado pela Justiça (TRF-4), que julga recurso dele para não ser preso nem perder os direitos políticos, de acordo com condenação do juiz Sérgio Moro.

A caravana guarda algumas situações, como por exemplo começar por Ipatinga (Vale do Aço), berço operário do PT. Percorre regiões carentes de Minas (Vales do Jequitinhonha e Mucuri) e vai a Montes Claros (Norte) na sexta, quando comemora 72 anos, e vai à Coteminas, empresa da família de seu ex-vice José Alencar, na presença do herdeiro, Josué Alencar, que seria o vice dos sonhos de Lula para reeditar a chapa presidencial (Lula/Alencar). Josué Alencar faria, como fez seu pai, a ponte com o empresariado, que, mais do que antes, vê Lula com desconfiança. Ele quer se reaproximar do empresariado. São oito dias de caravana, passando por 12 cidades até 30 de outubro, e a encerrando na capital mineira. O petista mantém a liderança nas pesquisas. Seu problema maior está no campo jurídico, onde há recurso de sua defesa aguardando o parecer da segunda instância, o Tribunal Regional Federal (TRF-4), em Porto Alegre. Se esse Tribunal confirmar a condenação de 9 anos de prisão e perda dos direitos políticos, Lula ainda poderá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, terceira instância, e, se necessário, até o Supremo Tribunal Federal, a quarta instância.

Tudo somado, os recursos poderão mantê-lo candidato, já que não seriam julgados antes da eleição presidencial.

FOTO REPRODUÇÃO PODER EM FOCO

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo