Para onde pensa ir Kalil?

Há quem viu na decisão do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), de convocar o ex-ministro da Cultura dos governos petistas, Juca Ferreira, como um ensaio para voos mais altos, como o governo de Minas, nas eleições de 2018. Kalil estaria se mexendo para estar no lugar certo, na hora certa. A mesma visão foi reforçada pela lembrança do nome de seu secretário da Fazenda, Fuad Nomam, como alternativa para a chapa, atraindo os tucanos. Nos bastidores, a repercussão tem sido intensa. Outros até imaginam a reedição da eleição municipal na estadual, quando Kalil poderia enfrentar o possível candidato do PMDB, Rodrigo Pacheco, que foi derrotado nas eleições municipais passadas. Tudo isso, claro, é um exercício dos estrategistas a 12 meses da campanha eleitoral de 2018. FOTO R7

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo