top of page

Entrevista de Lula supera soma de interações de Bolsonaro e Ciro nas redes

A entrevista do ex-presidente Lula (PL) no Jornal Nacional, da TV Globo, teve, nesta quinta (25), obteve a melhor média de alcance de postagens. Pesquisa do instituto mineiro Quaest revelou que, na média, 15 milhões de pessoas foram impactadas com postagens sobre a entrevista durante sua exibição. A repercussão superou a soma da de Jair Bolsonaro (PL), que teve 9 milhões de média, com a de Ciro Gomes (PDT), 2 milhões.

Palavras mais repetidas nas redes durante a entrevista, fonte Quaest


Os três momentos em que Lula foi melhor foram: (1) quando defendeu as medidas anti-corrupção no seu governo e a apuração dos erros de qualquer um, (2) quando defendeu a aliança com Alckmin e (3) quando defendeu que política não é lugar de ódio.


Os três momentos em que Lula se saiu pior foram: (1) quando não respondeu sobre a lista tríplice do MP, (2) quando atacou Bolsonaro e o chamou de Bobo da Corte e (3) quando disse que a solução para o orçamento secreto é conversar com os deputados.


Confira os melhores momentos de Lula na entrevista, fonte Quaest


Na média, Lula obteve 48% de menções positivas, contra 52% de menções negativas considerando todo o período da entrevista. Foi pior que Ciro (54%) e melhor que Bolsonaro (35%).



Lula concede entrevista ao Jornal Nacional, fonte reprodução


As palavras mais citadas pelas pessoas que comentaram a entrevista foram ‘bobo da corte’, ‘orçamento secreto’ e ‘combate ‘à corrupção’. Os dados foram feitos em tempo real durante monitoramento pela Quaest da entrevista de Lula no JN.


Audiência


Segundo a jornalista Mônica Bergamo, colunista da Folha de S. Paulo, a entrevista de Lula alcançou audiência de 30 pontos na Grande São Paulo. Cada ponto equivale a 205.755 telespectadores. Os dados são do Instituto Kantar Ibope Media.


A conversa partiu de uma audiência de 27 pontos e saltou para 29 pontos e atingiu o pico de 34 pontos. Do total de aparelhos ligados, 67% estavam sintonizados na Globo.


Já sabatina de Bolsonaro começou com uma audiência menor, de 25,4 pontos, mas saltou em seguida para 29,8 pontos. Depois passou a 30,8, e atingiu o pico de 34,2 pontos no fim do programa.


Os candidatos devem se encontrar também no domingo (28), no debate do pool que reúne TV Bandeirantes, Folha, UOL e TV Cultura. A expectativa é que a audiência seja semelhante, ou até maior, somando-se a ampliação da transmissão no mundo digital.





Komentáře


para junho 24.png
MAIS LIDOS
IPTU NOVA LIMA JUNHO 24.png
NOVO BANNER FEV 23A.jpg
banner affemg e sindifisco contra rrf.png
RECENTES
ARQUIVO
bottom of page