Disputa por novo comando do TJMG poderá ter uma mulher pela primeira vez

Foi dada a largada para as eleições ao futuro comando do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), ao biênio 2022/2024. O atual presidente, desembargador Gilson Soares Lemes, divulgou o edital nessa quarta (16). A votação acontecerá no dia 29 de abril próximo.

Eleições definirão o sucessor do presidente do TJMG, Gilson Soares, foto Cecília Pederzoli/TJMG


Podem ser candidatos (as) todos os 146 desembargadores e, pela primeira vez na história do tribunal mineiro, poderá haver uma mulher na disputa, conforme as primeiras especulações. Desse total, 28 são desembargadoras, ou 19%.


De acordo com o edital, o registro para os candidatos (as) vai até o dia 25 de março. Além do cargo de presidente, estarão em disputa os cargos de primeiro vice-presidente, segundo vice-presidente, terceiro vice-presidente, corregedor-geral de Justiça e vice-corregedor-geral de Justiça.


Posse será no dia 1º de julho


A posse dos eleitos acontece no dia 1º de julho, quando se iniciam os mandatos, com término para 30 de junho de 2024.

Desde o ano de 2014, todos os desembargadores tornaram-se elegíveis. Até então, somente poderiam se candidatar os cinco mais antigos. Essa mudança foi uma conquista da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), que ainda defende a ampliação do colégio eleitoral com a participação de todos juízes e juízas como votantes. Hoje, só votam os 146 desembargadores do Tribunal Pleno.




DLI_BLOG_ORION.jpg
MAIS LIDOS
RECENTES
banner amm 15 de junho 2020.png
ARQUIVO