AMM suspende 37º Congresso Mineiro dos municípios ante ameaça do coronavírus

Em função da ameaça do coronavírus, a Associação Mineira de Municípios (AMM) suspendeu todos os seus eventos, entre eles o tradicional Congresso Mineiro de Municípios. O encontro aconteceria em maio próximo. O objetivo é evitar a aglomeração de pessoas e a possibilidade da transmissão do vírus.

Além do congresso, ficaram suspensos os cursos de capacitação do CQGP; AMM nos Municípios, em parceria com o Sebrae; Antes do voto, em parceria com o TRE-MG.

Reprodução site da AMM

A recomendação da AMM é para que todos os municípios sigam as medidas de prevenção adotadas pelo Governo mineiro. As providências estão nos decretos de emergência na área da Saúde (113/20) e de enfrentamento e contingenciamento nos demais setores públicos (47.886/20). Destacam-se aí a suspensão de atividades, reuniões, cursos e eventos com grande aglomeração de pessoas.

Zema foca ações na Região Central

Para evitar explosão momentânea do Covid-19, o governador Romeu Zema determinou o fechamento de escolas estaduais por tempo indeterminado na Região Central de Minas. A medida foi tomada como forma de prevenir o avanço do coronavírus nessas localidades.

Para as demais regiões do Estado, vale a determinação anterior, de suspensão das aulas na rede estadual a partir de amanhã até o próximo domingo, 22 de março.

Vale ressaltar que as regionais, para efeitos de medidas decisórias, são aquelas classificadas pela Secretaria de Saúde. Sendo assim, as cidades atingidas com a suspensão indeterminada de aulas são aquelas que compõem a Regional Macro Centro.

O governador pediu ainda que moradores da Região Central evitem aglomerações. “Não recomendo a ninguém que vá a qualquer evento onde há mais de 10 pessoas”, completou. A agilidade na tomada de definições tem garantido a Minas Gerais um número menor de casos em relação a outros estados da federação com características similares.

Ponto facultativo para os servidores

Ainda nesta terça-feira (17/3), o Comitê Extraordinário Covid-19 determinou ponto facultativo para os servidores que cumprem expediente na Cidade Administrativa até a próxima sexta-feira (20).

Nesse período, as chefias de unidades administrativas estarão à disposição do Comitê Extraordinário Covid-19 para implantar as medidas necessárias para viabilização do teletrabalho para todos o funcionalismo estadual, preservando serviços essenciais. Os chefes de unidades poderão requisitar outros servidores para auxiliar nesta implementação no período de ponto facultativo.

A partir da próxima segunda-feira (23/3), os servidores da Cidade Administrativa passam a cumprir jornada por meio do teletrabalho, nos termos da deliberação nº 2 do Comitê, publicada na manhã desta quarta (17/3).

(*) Com informações da Agência Minas

Presidente da AMM é lançado ao Senado em eventual chapa de reeleição de Zema

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo