Temporada de reeleição na AMMP, Sindifisco-MG e CRC-MG; AMB terá 1ª mulher no comando

28.11.2019

Eleições internas promoveram a renovação de mandatos, em Minas, com reeleição dos atuais gestores. A situação envolveu as votações realizadas no Sindifisco/MG, na Associação Mineira do Ministério Público e no Conselho Regional de Contabilidade de Minas.

O promotor Enéias Xavier e o auditor fiscal Marco Couto foram reeleitos, fotos divulgação

 

Na Associação Mineira do Ministério Público (AMMP), o atual presidente, promotor Enéias Xavier Gomes, foi reeleito para o biênio 2020/2022. Sua chapa (En)Frente Juntos obteve 862 votos, três vezes superior ao concorrente, chapa AMP Plural, 227 votos. Tomará posse no próximo dia 2.

 

“Nossa eleição foi reconhecimento do trabalho nos últimos dois anos, de muitos embates para o Ministério Público. Foi também a eleição com maior votação na disputa com mais de uma chapa na história da Associação”, disse Enéias Gomes.

 

Chapa única com 88.25% dos votos

 

Já no Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual de Minas (Sindifisco-MG), a reeleição foi igualmente estrondosa. Com 744 votos, 88,2% dos 843 votantes confirmaram a chapa única foi encabeçada pelo atual presidente da entidade, Marco Couto. Tomará posse no dia 9 de dezembro para um mandato de dois anos. Também foram eleitos os novos componentes do Conselho Fiscal da entidade, além de representantes locais e de aposentados.

 

Apesar de só uma chapa na disputa, Marco Couto disse que o pleito registrou a aprovação da atual gestão. “Os auditores fiscais compreenderam a importância de participar do processo eleitoral e de se unir à nova diretoria. Temos que valorizar o Fisco, especialmente nesse momento que atravessamos”, disse. De acordo com ele, o que se busca, hoje, é responsabilizar o serviço público e o funcionalismo pela crise vivida pela União e pelos estados.

 

Saída para crise é ampliar receitas


Especializado em finanças públicas, Couto critica os rumos adotados pelas atuais administrações. “Como já vínhamos afirmando, a saída para a crise está na ampliação das receitas do Estado. Daí a importância dos auditores fiscais. Eles precisam ser reconhecidos e ter apoio para levar adiante o seu trabalho”, apontou.

 

No Conselho Regional de Contabilidade (CRC/MG), a chapa 1 foi eleita com 58,33% dos votos válidos. Ela é encabeçada pela atual presidente Rosa Maria Abreu Barros. A posse dos conselheiros acontecerá na primeira reunião plenária de 2020, quando será eleita a nova diretoria do CRCMG para o mandato até dezembro de 2021.

 

AMB terá primeira mulher no comando


A juíza Renata Gil será a 1ª mulher a ocupar o cargo de presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), desde a criação, há 70 anos. Ela teve também o maior número de aprovação da história: 6.584 votos (80%). Em Minas, obteve 604 votos dos quase 700 magistrados votantes.

 

Tomará posse no dia 11 de dezembro, em Brasília, para o triênio 2020/2022. Renata Gil é atual presidente (reeleita) da Associação de Magistrados do Rio de Janeiro. A juíza mineira Rosimere das Graças do Couto, vice-presidente de Saúde da Amagis, integra a chapa eleita como vice-presidente.

 

Constituição mineira faz 30 anos com o desafio de garantir a democracia

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

MAIS LIDOS

Anastasia descarta assumir vaga em Ministério

15.03.2017

1/4
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo