Zema homenageia ministra Damares com título de cidadã mineira

03.11.2019

Depois de criticar abusos em homenagens e medalhas, em 15 de fevereiro passado, o governador Romeu Zema (Novo) resolveu aderir à prática. Ele já concedeu Medalha da Inconfidência e o título de cidadania honorária de Minas ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Junto com ele, o vice-presidente Hamilton Mourão e o ministro da Justiça, Sérgio Moro se tornarão ‘cidadãos mineiros’. Zema já homenageou até a si mesmo com a Medalha JK, no dia 12 de setembro passado, comenda que havia prometido extinguir.

 

Na edição do diário oficial desse sábado (3), Zema assina outro decreto para nova homenagem. Desta vez, a agraciada é a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Regina Alves. Sem justificativa apresentada, o decreto 503 está em vigor desde o 1º de novembro. A solenidade da homenagem ainda não tem data definida, assim como a dos outros três membros do governo federal. As homenagens reforçam a aproximação e apoio do governo mineiro ao governo Bolsonaro.

 

Bolsonaro não veio receber medalha


Alegando questões familiares, o presidente Bolsonaro não veio a Minas para receber a mais alta honraria Estado (Medalha da Inconfidência). Ela seria concedida no 21 de abril, em Ouro Preto.

Além de membros do governo federal, Zema agraciou também o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Sobre a homenagem, o governador mineiro declarou reconhecer a 'destacada atuação de Doria como empresário e líder na promoção do desenvolvimento' econômico em âmbito nacional, com significativa repercussão no estado”. Em 2017, Assembleia havia recusado homenagear o governador paulista.

 

Aliança com João Dória


No final de 2017, a Câmara de BH agraciou Doria com o Grande Colar do Mérito Legislativo de Belo Horizonte. O pedido havia sido feito pelo vereador Henrique Braga (PSDB).

 

A aliança de Zema com Doria vem desde março, quando se reuniram para as discussões dos governadores das Regiões Sudeste e do Sul sobre pautas de interesse nacional. Em um dos encontros, em Belo Horizonte, em março, anunciaram a formação do Cosud (Consórcio dos estados do Sul e Sudeste). No evento, anunciaram apoio à Reforma da Previdência e às propostas do pacto federativo.

 

Ministra da Mulher, da Família e Direitos Humanos, Damares Regina

 


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

MAIS LIDOS

Anastasia descarta assumir vaga em Ministério

15.03.2017

1/4
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo