STF fará conciliação sobre a Lei Kandir

Dois dias depois que a Assembleia Legislativa de Minas lançou a campanha em favor da recuperação das perdas de Minas na Lei Kandir, aquela que isentou produtos de exportação, como o minério, o carro-chefe da economia do estado, o Supremo Tribunal Federal decidiu, nessa quinta (27), marcar audiência de conciliação para o dia 5 de agosto, às 14 horas, em Brasília, para debater os efeitos perversos dessa legislação. Para essa audiência, foram convocados representantes de todos os estados e do governo federal, cuja presidência será do ministro Gilmar Mendes.

As partes deverão levar propostas para solução do conflito envolvendo a Lei Kandir e outros aspectos que envolvam o pacto federativo. A questão a saber é se o governador Romeu Zema (Novo), que não é entusiasta dessa proposta, irá assumir a defesa recuperação das perdas de Minas. Se os mineiros se unirem, e falarem grosso, com certeza, o estado irá recuperar o prejuízo ou, pelo menos, parte dele.

FOTO SARAH TORRES/ALMG: Será que Zema ouvirá a proposta de Agostinho Patrus sobre a Lei Kandir?

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo