Empresário teria dado vantagem em troca de autorização para aeroporto

De acordo com a primeira denúncia, Pimentel e Bené teriam obtido vantagem indevida ao praticar tráfico de influência no governo federal, no período em que o primeiro foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (2011/2014), em favor do empresário José Auriemo Neto, da JHSF Incorporações S/A. O objetivo do empresário era obter a outorga de autorização para construção e exploração de aeroporto na Região Metropolitana de São Paulo. Em 27 de junho de 2013, o Departamento de Outorgas da Secretaria de Aviação Civil apresentou nota técnica favorável ao pedido formulado pela JHSF, e a portaria de aprovação do plano de outorga da operação do aeroporto foi firmada em 13/08/2013. Nesse período, e até 2014, na condição de operador financeiro, de acordo com a denúncia, Bené cobrou do empresário valores de até R$ 5.200.000,00 que foram pagos parceladamente em espécie a Bené e em depósitos bancários, a título de doação eleitoral, ao Partido dos Trabalhadores. Os valores constam da prestação de contas eleitorais.

Leia a defesa de Pimentel no próximo post FOTO SITE JHSF: São Paulo Catarina Aeroporto Executivo

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo