Nove disputam comando da Câmara dos Deputados

Já são nove candidatos a presidente da Câmara dos Deputados, oito dos quais querem derrubar o favoritismo da reeleição do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM/RJ). Um deles é o mineiro Fábio Ramalho (MDB), que se disse independente, mas já levou até linguiça e queijo para o presidente Jair Bolsonaro (PSL), quem sabe, para receber dele o apoio ou ‘ganhar’ sua neutralidade. Até onde se sabe, Bolsonaro não deixará de apoiar Maia até para não correr o risco de perder.

Maia é o mais forte dos concorrentes, apesar do forte clima de renovação na política. No domingo (13), Maia recebeu o apoio do PDT, somando 12 partidos em sua base. São eles: PDT, PSD, PPS, PSDB, PSL, Pros, PR, DEM, PRB, PSC, Podemos e Solidariedade.

Haja torresmo!

Fábio Ramalho é o atual vice-presidente da Câmara, tem bom trânsito entre os novatos e no chamado baixo clero (deputados de menor expressão e que são maioria na Câmara). "Nós vamos acabar com esse negócio de alto e baixo clero", afirmou ele. Pode ter boa votação, mas não parece ter apoio suficiente para vencer Maia.

Ramalho disse que há, entre os candidatos de oposição à reeleição de Maia, um pacto de apoio mútuo num eventual segundo turno. Se eleito, o mineiro adiantou que pretende fazer uma gestão "sem panelinhas". Pois é, mas, sem panelinhas, terá que levar a linguiça e o torresmo prontos.

FOTO WILSON DIAS/ABR: O mineiro Fábio Ramalho disputa o cargo

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo