Pimentel vai atrás da lista de fantasmas no TCE

O governador Fernando Pimentel esteve nesta segunda (7), na sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em busca da lista com 96 mil nomes de servidores do Executivo que acumulam irregularmente cargos no serviço público. Lá, foi informado que o documento só será liberado após conferência técnica. Em vídeo, no final de semana, o governador anunciou a suspensão do pagamento desses funcionários e a abertura de uma sindicância pela Controladoria Geral do Estado (CGE) para analisar cada caso. Terá que esperar a checagem do TCE. De acordo com o divulgado pelo próprio Tribunal, centenas de servidores estaduais estariam acumulando cargos ilegalmente, com prejuízo para os cofres públicos de cerca de R$ 6 bilhões por ano. O órgão analisou 2 milhões de vínculos em 2.210 órgãos, sendo 2.079 municipais e 88 do estado, além de 43 consórcios intermunicipais. O TCE disse ainda ter encontrado ainda 184 mortos cujas pensões ou aposentadorias continuam sendo pagas, em sua maioria, pelas prefeituras. FOTO FRED LA ROCCA/TCE: O governador Fernando Pimentel e o presidente interino, Mauri Torres

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo