PT faz representação contra PF por excessos

A presidente do PT mineiro, Cida de Jesus, apresentou representação pública à Procuradoria-geral da República em Minas contra a operação “Esperança Equilibrista”, da Polícia Federal.

Na representação, o PT requer que o Ministério Público investigue apuração rigorosa das responsabilidades pela arbitrariedade de direitos fundamentais cometidos durante a operação. O partido acionará também a Ouvidoria da Polícia Federal solicitando providências e apuração urgente dos fatos.

Na quarta-feira (6), a PF conduziu coercitivamente à sede Polícia Federal, em Belo Horizonte, dirigentes e professores da UFMG. “Os dirigentes e professores não tiveram acesso aos autos da investigação em que aparentemente se apurariam suas faltas, muito menos teriam se recusado a prestar esclarecimentos”. A polícia recorreu à coerção para investigar supostos desvios no Memorial da Anistia.

FOTO DIVULGAÇÃO PT: Presidente estadual do PT mineiro, Cida de Jesus

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo