TJ reafirma condenação de Azeredo

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais rejeitou, nesta terça (21), os embargos de declaração apresentados pela defesa do ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB) para impedir sua condenação. Os advogados deverão entrar com novo e último recurso (embargos infringentes) para evitar a prisão do tucano, condenado a 20 anos e 10 meses por peculato e lavagem de dinheiro no chamado mensalão tucano mineiro.

Rejeitaram o pedido, os desembargadores Pedro Vergara, Alexandre Victor Carvalho e Adilson Lamounier. A condenação refere-se a denúncias de corrupção eleitoral na campanha de 98, quando o tucano tentou a reeleição.

A estratégia da defesa é ganhar tempo até que Azeredo complete 70 anos em setembro do ano que vem, idade na qual a pena prescreveria já que não poderia mais ser preso.

FOTO SITE PSDB:

pecas_ead_blog_do_orion ouyt 21.png
MAIS LIDOS
RECENTES
banner amm 15 de junho 2020.png
ARQUIVO