Pimentel dá mais um passo para segurar PMDB

O governador Fernando Pimentel (PT) reafirmou a aliança com a bancada federal do PMDB, durante almoço no Palácio da Liberdade, nesta sexta (10). Participaram do encontro quatro dos seis deputados federais: Fábio Ramalho, Mauro Lopes, Newton Cardoso Jr. e Saraiva Felipe. Leonardo Quintão não foi por compromissos pessoais e Rodrigo Pacheco, por razões políticas, já que apoia a candidatura própria do partido para as eleições de governador em 2018. Ainda assim, todos foram convidados.

De acordo com Fábio Ramalho, por razão eleitoral e de sobrevivência das bancadas estadual e federal, o melhor caminho seria a aliança com o PT. O presidente estadual do PMDB e vice-governador, Antônio Andrade, que está rompido com o governador, defende candidatura própria, da qual Pacheco seria o pré-candidato.

Por conta desse racha, os deputados que defendem a aliança com o PT de Pimentel foram a Brasília para encontro com o presidente nacional do partido, senador Romero Jucá. Fizeram a defesa da aliança e solicitaram que Jucá não interfira no rumo estadual. Protocolaram até carta nesse sentido, assinada por cinco dos seis deputados federais e cinco dos 13 deputados estaduais.

Contra o risco de interferências, Ramalho ainda foi ao presidente Michel Temer (PMDB), que, segundo ele, adiantou que não irá interferir, mesma posição que teria sido manifestada por Jucá. “Temer não fez objeção, e o Jucá disse que não vai atrapalhar a bancada. Fará o que ela quiser, para ajudar os deputados”, disse Ramalho, que é também vice-presidente da Câmara dos Deputados.

FOTO FACEBOOK DE FÁBIO RAMALHO: Mauro Lopes, Fábio Ramalho e Saraiva Felipe apoiam aliança com o PT

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo