Presidente do Conselho de Ética livra Aécio

25.10.2017

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), arquivou pedido de abertura de procedimento disciplinar para apurar se Aécio Neves (PSDB-MG) quebrou o decoro parlamentar durante as conversas gravadas pelo empresário Joesley Batista, da JBS. A representação foi movida pelo PT.A decisão usou como base 1 parecer da Advocacia Geral do Senado, que recomentou o arquivamento da petição.

Cabe recurso à decisão. Caso 5 senadores do conselho rejeitem o arquivamento monocrático, a decisão será submetida ao plenário do colegiado, composto por 15 senadores titulares e 15 suplentes.

Esta é a 2ª vez que o presidente do Conselho de Ética arquiva monocraticamente 1 pedido de abertura de investigação do senador mineiro. Em junho, João Alberto Souza arquivou uma representação protocolada pela Rede Sustentabilidade. Na época, 1 recurso garantiu que a decisão sobre o arquivamento fosse submetida a todos os integrantes do conselho.
 

No muro

Aécio Neves venceu também mais uma parada. Depois de derrubar a decisão do Supremo Tribunal Federal que o afastou do Senado, o tucano mineiro controlou agora a pressão interna que exigia sua renúncia à presidência nacional do PSDB, cargo do qual está licenciado. Como seu mandato, termina em dezembro, o partido decidiu deixar como está para não passar a impressão de punição ao seu presidente. Com isso, Aécio vence o interino Tasso, que afirmou que o mineiro não teria condições políticas de continuar no cargo. (Com informações do site Poder 360)

FOTO REPRODUÇÃO IG: João Alberto Souza (PMDB-MA)

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

MAIS LIDOS

Anastasia descarta assumir vaga em Ministério

15.03.2017

1/4
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo