Tom publicitário de pesquisas omite informação e expõe erros

Pesquisas, ou pesquisadores, têm atração por medições estimuladas e as impõem aos leitores e eleitores por razões não reveladas. Depois do Multidados, agora vem o instituto Quaest apontar e dar ideia da disputa presidencial e estadual em Minas Gerais, a um ano das eleições. Começam, ambos, por não informar quem os contratou, pagou a consulta.

Que o governador Fernando Pimentel (PT) e o ex-presidente Lula devem estar liderando a corrida, com uma vantagem qualquer, é uma avaliação aceitável, mas ninguém revela os números da medição mais importante, a espontânea. Essa sim daria uma ideia do potencial deles e dos pré-candidatos rivais em eventual disputa, apontados espontaneamente pelos eleitores consultados, sem a necessidade de serem estimulados.

Até que se prove o contrário, a reeleição de Pimentel deve estar favorita na disputa. Primeiro, porque é o governador, tem o controle da máquina, é o mais conhecido e detém boa avaliação no interior, além do fato de não ter, por enquanto, rivais de peso a lhe dificultar o caminho. Sem o senador tucano Antonio Anastasia no páreo, as opões Márcio Lacerda (PSB) e Dinis Pinheiro (PP) ainda não decolaram.

Outros nomes também poderão ser colocados, no futuro, como Rodrigo Pacheco, deputado federal do PMDB, e Fuad Noman, secretário da Fazenda da Prefeitura de Belo Horizonte. O prefeito de Betim, Vittorio Medioli (PHS), só entraria na briga, como ele próprio admite, se Pimentel não for candidato em função de problemas com a Justiça.

Além de eventuais concorrentes, Pimentel sofreu, na sexta (15), a terceira denúncia contra si no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas nenhuma delas virou processo judicial até o momento. Se virar réu, não deverá ser afastado do cargo nem impedido de disputar a reeleição. Salvo uma tramitação inédita e veloz, Pimentel se tornaria réu e seria julgado antes das próximas eleições, o que é improvável.

foto Brasil 247: Pimentel, Anastasia e Lacerda são pré-candidatos

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo