Temer e aliados são alvos de protestos na Assembleia

30.08.2017

Causaram mal-estar e constrangimentos para alguns deputados estaduais e federais as manifestações ocorridas durante o evento de inauguração, na Assembleia Legislativa de Minas, do auditório José Alencar Gomes da Silva e de lançamento da Frente Parlamentar Mista da Soberania Nacional, na segunda-feira (28). Gritos de ‘fora Temer’, ‘fora golpistas’, vaias e discursos contundentes contra as propostas de privatização do governo federal deixaram alguns parlamentares numa saia justa.

As vaias foram manifestadas quando foram citados nomes do vice-presidente da Câmara dos Deputados, Fábio Ramalho (PMDB), aliado do governo peemedebista de Michel Temer, e do ex-governador Newton Cardoso, também do PMDB, porém, menos alinhado com o governo federal. Os protestos não tiraram o brilho da inauguração do novo espaço de participação popular, ao contrário, reafirmaram sua vocação.

Comandado pelo presidente da Assembleia, Adalclever Lopes (PMDB), hoje, franco aliado do PT, o evento reuniu grande parte da bancada federal mineira, a maioria de petistas e de peemedebistas.

Localizado no térreo, o auditório é um espaço aberto à participação popular e homenageia o empresário mineiro e ex-vice-presidente da República José Alencar, falecido em 2011, por sua capacidade de articulação entre o segmento empresarial e os trabalhadores. O auditório José Alencar tem 168 assentos na plateia. Integrado com o Espaço Democrático José Aparecido de Oliveira, que permite a transmissão em tempo real dos eventos pelo videowall, agrega mais 500 lugares.

O filho do homenageado, o empresário Josué Alencar (PMDB), representou a família. Seu nome tem sido defendido por Adalclever para ser o vice na chapa presidencial de Lula (PT) em 2018, repetindo a dobradinha vitoriosa de 2002, do petista com José Alencar.

Lançada nesse espaço, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional inclui 201 deputados federais e 18 senadores e tem os seguintes objetivos: a defesa do trabalhador, dos empresários brasileiros e do desenvolvimento do país, contrapondo-se a medidas como o desmonte da Petrobras e a venda do pré-sal; a privatização do setor elétrico; a alienação de terras para estrangeiros; e as reformas trabalhista e previdenciária.

FOTO WILLIAN DIAS/ALMG: Adalclever e Josué Alencar inauguram auditório José Alencar na Assembleia

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

MAIS LIDOS

Anastasia descarta assumir vaga em Ministério

15.03.2017

1/4
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo