Que concessões Janot fará para Cunha abrir o bico?

11.08.2017

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que a ele não interessa revelações do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) que não atinjam “gente do andar de cima”, referindo-se ao presidente Michel Temer (PMDB) e outros personagens graúdos de Brasília. “Um dos critérios é o seguinte: o cara está neste nível aqui [faz um sinal com uma mão parada no ar], ele tem que entregar gente do andar para cima [mostra um nível acima com a outra mão]. Não adianta ele virar para baixo, não me interessa”, disse Janot em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo no último dia 7.
Se para os empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, foi concedido o perdão de crimes cujas penas somadas poderiam alcançar de 400 a até 2 mil anos de prisão, o que Janot pode oferecer a Cunha, já condenado a 15 anos e quatro meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Enquanto não tirar proveito maior, ganhando a liberdade, por exemplo, Cunha adia as revelações-bomba.

FOTO PRAGMATISMO POLÍTICO : cunha pode fechar a delação mais bombástica do ano

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

MAIS LIDOS

Anastasia descarta assumir vaga em Ministério

15.03.2017

1/4
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo