Relator chega falando grosso e em independência

O relator escolhido para dar parecer sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), deputado federal Sérgio Zveiter, é do mesmo partido e chegou falando grosso e em independência, mas, em Brasília, todos representam um papel. Apesar de ser do PMDB, se disse independente, mas sabemos que essa é uma virtude que falta à maioria quase que absoluta dos políticos, especialmente depois que o poder econômico assumiu o controle sobre o poder político, como demonstrou a Operação Lava Jato.

Com raríssimas exceções, a maioria recebeu dinheiro de empreiteiras para virar deputado ou senador. Com Zveiter não foi diferente: ele recebeu R$ 1 milhão de três empresas investigadas na Lava Jato, mas nunca foi denunciado ou teve o nome relacionado a propinas. Como o sistema tem sido assim, e está sendo desmontado, vamos ver até onde vai sua independência.

Ele não é da cozinha do PMDB de Temer, nem de seu governo. Sua indicação não foi tão ruim para o governo, mas também não foi boa. Tem gente que teme as ligações próximas que ele tem com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que seria o beneficiário em eventual saída de Temer. Por enquanto, só intrigas da corte.

FOTO Agência Brasil/ Wilson Dias : Rodrigo Pacheco anuncia Sérgio Sveiter como relator da CCJ na denúncia contra Temer

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo