Pimentel quer urgência em projeto para vender imóveis estatais


O governador Fernando Pimentel (PT) fez novo pedido de regime de urgência para a votação de seu projeto que cria os fundos imobiliários no Estado. A votação deve acontecer até a próxima quinta-feira, junto de outros projetos, como o da LDO, que fixa as diretrizes para investimentos e despesas estaduais no ano que vem.

Por esse projeto, o estado vai criar fundos imobiliários que permitirão arrecadar de R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões no primeiro ano. Haverá dois fundos: no primeiro, estão cerca de 4 mil imóveis inalienáveis, entre terrenos, casas e prédios, incluindo aí a Cidade Administrativa, sede do Executivo mineiro. No segundo fundo, estarão cerca de 1,6 mil bens que poderão ser vendidos. “O Estado vai usar imóveis, muitos sem venda, para captar dinheiro no mercado. No fundo poderá emitir cotas, e quem comprá-las, vai resgatar e pagar futuramente”, afirmou o secretário da Fazenda, José Afonso Bicalho.

FOTO Veronica Manevy/Imprensa MG

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo