Deputado mineiro critica 'apoio' da JBS a ministro do STF

26.05.2017

O deputado estadual Alencar da Silveira (PDT) classificou como “esculhambação” a situação política do país, durante aparte no plenário da Assembleia Legislativa, ao comentar que até o relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, recebeu uma mãozinha da JBS (a delatora) para virar ministro. De acordo com a suspeita, o diretor da JBS, Ricardo Saud, fez contatos com alguns senadores em favor dele. Nenhum outro deputado comentou sua intervenção e os trabalhos de votação prosseguiram.

 

Amigos de Fachin negam que ele tenha pedido ajuda, mas apareceram muitos colaboradores no período em que ele buscava o apoio dos 81 senadores que o sabatinaram e votaram sua indicação ao STF. De acordo com a Constituição, a indicação de ministro do STF é feita pelo presidente da República, seguida de aprovação do Senado Federal. E a JBS, por meio de seus donos, foi a maior doadora eleitoral, legal e ilegal, no país e, agora, é a maior delatora dos esquemas políticos.

FOTO: SITE PDT/MG - deputado Alencar da Silveira

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

MAIS LIDOS

Anastasia descarta assumir vaga em Ministério

15.03.2017

1/4
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo