Reformas ameaçam reeleição

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, deputado Fábio Ramalho (PMDB), mudou o discurso e defendeu ardorosamente, perante os prefeitos, as reformas trabalhista e previdenciária do governo Michel Temer. Disse até que aceita ir para o sacrifício em favor delas. “As reformas precisam ser aprovadas ainda que ao custo de mandatos”, disse ele, reconhecendo que a impopularidade das mudanças ameaça a reeleição dos defensores das reformas. Falta combinar com os demais 512 deputados federais, que, como a maioria dos políticos, têm na sobrevivência política uma prioridade absoluta. (FOTO DIVULGAÇÃO/PMDB)

RetomaBH_blogs_Orion 1 DE JANEIRO 22.png
MAIS LIDOS