Marqueteiro desconstrói o que construiu

A quebra do sigilo da delação premiada dos marqueteiros Lula e Dilma, João Santana e sua mulher Mônica Moura, trouxe graves acusações sobre os dois ex-presidentes petistas e sobrou até para o governador Fernando Pimentel (PT). O que é curioso em tudo isso é que, por função, o marqueteiro constrói a imagem de um partido e de um candidato e, agora, para evitar penalidade agravada, esses marqueteiros estão descontruindo os personagens e o partido deles.

Em troca, evitarão pena de prisão em regime fechado, depois de ficarem presos preventivamente, em Curitiba, pelo juiz Sérgio Moro. Vão pagar R$ 80 milhões de multa e pegar pena de prisão domiciliar. Ficou barato para eles, em compensação, aos delatados, sobram danos irreparáveis na reputação, mesmo que os marqueteiros não consigam provar o que dizem. E como disse um advogado, imagine se um ministro de estado vai ficar por aí, carregando uma mala de dinheiro com R$ 800 mil, como denunciou Mônica Moura, referindo-se ao então ministro Fernando Pimentel, do Desenvolvimento Econômico (2012/2014).

(foto Revista Fórum(

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo