Temer finge que não há greve, mas teme impacto


A greve geral de hoje deverá ser maior do que a de março e preocupa o governo. A princípio, Temer e ministros irão fingir que isso é normal, devem manter a agenda e dizer que greve e manifestação são da democracia. (foto Flávio Tavares/Hoje em Dia)

Mas é flagrante o aumento das adesões desde o início desta semana, como, informamos aqui, em primeira mão, até o Tribunal Regional do Trabalho 3ª Região- Minas, e de outras regiões, “aderiram” ao suspender as atividades nesta sexta (28). É claro que, como instituição, alegaram riscos à segurança de magistrados e servidores, além da prevista falta de transporte público, que o próprio tribunal tratou de proibir com risco de pesadas multas (R$ 100 mil/dia para o sindicato dos rodoviários).

Mesmo fingindo, o governo reconhece que haverá mais volume, mais intensidade e até confrontos por conta de radicalizações e a tradicional truculência das forças de segurança.

O que o governo finge não ver é que esse não é mais um movimento só de oposição ou de grupos de esquerda. Houve maior engajamento das centrais sindicais e também maior mobilização nas redes sociais. Também é verdade que deve ser maior mesmo nas capitais e cidades polo e não atingir ainda as pequenas cidades. Mas é importante que o país se manifeste e, com certeza, haverá outras greves até o final das votações das reformas e deste ano.

Tudo somado, isso vai aumentar a pressão sobre os deputados federais e senadores que votaram e pensam votar a favor das reformas. Eles estão preocupados com uma campanha aí que avisa que “quem votar a favor não volta”. Ou seja, seria derrotado nas eleições do ano que vem. Ficar com Temer e suas reformas ou ficar ao lado do trabalhador, dos aposentados e dos cidadãos. Eis o dilema de agora. Será que haverá dúvidas? Sim, muitas dúvidas.

Então, há risco de traições entre os governistas na votação da proposta. Estão falando em cortar o ponto, reprimir os excessos, mas o melhor é esperar passar e medir o tamanho da pressão popular que isso pode afetar o andamento e rumo das votações.

video sonegação2.png
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo