Reforma de Kalil corta só 400 dos 3 mil comissionados

A proposta de reforma administrativa apresentada pelo prefeito de BH, Alexandre Kalil (PHS), nesta quarta (19), aos vereadores, trouxe surpresas e recuos. Manteve o corte de 21 para 13 secretarias, mas vai extinguir apenas 400 dos 3 mil cargos comissionados. Além disso, manteve também as empresas públicas e, ao contrário do que disse antes, não irá mexer na Urbel, Prodabel e PBH Ativos. Essa última, em vez de extinta, será duplicada, uma de ativos e outra de securitização. FOTO; Amira Hissa/PBH

V%C3%8DDEO%203%20CAMPANHA%20CONTRA%20RRF
CDL DIA SEM IMPOSTOS MAIO 21.jpg
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO