Bolsonaros descobrem que pimenta nos olhos dos rivais não era colírio

Nas entrevistas que o presidente Bolsonaro concedeu, neste final de semana, um dos assuntos mais comentados foi o da alta exposição de seu filho mais velho. Chamado de ‘01’, o senador Flávio Bolsonaro (também sem partido) é alvo de investigações contra ele feitas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. E com aval da Justiça estadual. Flavio Bolsonaro é acusado de chefiar organização criminosa que desviaria dinheiro público. E por suposta lavagem de dinheiro em transações imobiliárias e com sua loja de chocolates Kopenhagen. Bolsonaro faz a defesa de seu filho em conversa com a imprensa no Palácio da Alvorada (Isac Nóbrega/PR) O presidente classificou a ocorrência como abuso de autoridade

Refém das redes, Zema ignora comunicação e abre espaço a Kalil

Perto de completar o primeiro ano de gestão, o governador Romeu Zema (Novo) ainda não conquistou o êxito tão esperado e desejado por quem o elegeu. Apesar do esforço contábil no controle das contas públicas, ele encerra o ano repetindo o insucesso de seu antecessor, Fernando Pimentel (PT). Como o petista, não conseguiu honrar os compromissos com os salários dos servidores. O pagamento em dia dos salários e do décimo terceiro é um dos principais indicadores da saúde financeira de uma empresa e de um governo. É o primeiro compromisso. Caso contrário, os sinais são de que a situação ainda é a mesma, sem sinais de melhora ou piora. Zema grava mensagem de fim de ano, reprodução Facebook de Romeu

Maioria de BH que aprova Bolsonaro é homem, rico, branco, evangélico e de direita

Esse é o perfil dos eleitores belo-horizontinos que aprovam o governo Bolsonaro: homem, rico, branco, evangélico e de direita. Os dados são da pesquisa CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) após ouvir 1007 moradores da capital mineira, de 18 a 75 anos, dos dias 2 a 6 de novembro. O instituto contratado é Quaest Consultoria e Pesquisa. Bolsonaro cumprimenta oficiais generais no Clube Naval de Brasília, foto Antônio Cruz/ABR Na avaliação geral, a avaliação positiva do presidente cresceu 4 pontos percentuais de setembro a novembro, passando de 29% para 33%. Já a avaliação negativa caiu de 41% para 38% no mesmo período. Os que o consideram regular foram de 29% a 27%; só 2% não souberam responder.

Iguais em Bolsonaro, pesquisas se opõem sobre Zema e Kalil em BH

Após a divulgação da pesquisa do instituto Paraná, nesta quinta (5), sobre os governos feita em Belo Horizonte, o mineiro Quaest decidiu comparar seus números. No caso do desempenho do governo Bolsonaro (sem partido), os dados dos dois institutos se igualam dentro da margem de erro. No entanto, divergem, acima da margem de erro, na avaliação do governador Romeu Zema (Novo) e do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD). Iniciativa compara duas pesquisas sobre os governo em BH, foto Orion Teixeira De acordo com o Paraná, 35,4% dos belo-horizontinos aprovam a gestão presidencial, sendo que 9,9% a consideram ótima e 25,6% avaliam como boa. Para 28,6%, Bolsonaro tem uma gestão regular. S

Governo Zema prevê fim do parcelamento de salários por apenas 6 meses

O fim do parcelamento dos salários dos 600 mil servidores estaduais poderá acontecer em janeiro de 2020 e durar apenas seis ou sete meses. A revelação foi feita pelo secretário de Planejamento do Estado, Otto Levy, em audiência pública na Assembleia Legislativa. Ele participou da reunião da Comissão de Minas e Energia que discutiu mudanças no projeto do governo, que autoriza a venda de créditos do nióbio. Por meio desse projeto, o governador Romeu Zema (Novo) pretende pagar o 13º salário integral a todos os servidores e extinguir o parcelamento de salários. Os deputados Guilherme da Cunha (Novo) e João Vítor Xavier (Cidadania), foto Flávia Bernardo/ALMG O secretário ressalvou, no entanto, qu

foto fenafisco dia do servidor2.jpg
banner amm 15 de junho 2020.png
dia%20do%20servidor_edited.jpg
epraja_blog orion (2) agosto 20.jpg
MAIS LIDOS
RECENTES
ARQUIVO
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Infograffo